sábado, novembro 04, 2006

Eléctricos 3 - Passageiros 2

Three Trams / Too Passengers (horizontal)
Esta noite (fim de tarde - isto com o Sol a cair às 6 é um desatino...) perto da Sé de Lisboa.
A cidade estava cheia de turistas italianos e espanhois... devem ter chegado no paquete que estava atracado no porto.

Gosto desta imagem porque estão 2 passageiros na mesma posição e com a mesma côr de camisa em 2 eléctricos diferentes. A repetição foi um acaso sortudo mas curioso. A primeira coisa que vi e me fez fotografar foi a sequência de eléctricos e só mais tarde vi a repetição dos passageiros.

Embora a imagem tenha um aspecto um pouco artificial, não tem processamento quase nenhum - apenas correcção de côr para compensar o laranja do vapôr de mercúrio e o tungsténio das luzes do carros. Esta versão, a horizontal tem um bocadinho de compensação de perspectiva...
Estou um bocado indeciso entre esta e a versão vertical (deu tempo para tirar 2 versões!)... ajudas? a outra está aqui.

Esta foi sacada com a 50mm f/1.4 a f/2.0 ISO1600. A máquina é a Canon 400D (assim como na anteiror foto da floresta e as últimas fotos de gatos/avelhas). Ainda estou a aprender a fotografar com esta nova ferramenta. A coisa agora quando se troca de máquina digital tem 2 nuances - troca-se de máquina e de "filme". Nas máquinas de filme pode-se trocar apenas uma coisa de cada vez, à escolha... portanto, estou a aprender a trabalhar com este novo "filme"!...

Já há algum tempo que ando com vontade de comprar uma lente fixa rápida (tipo f/1.4 ou f/1.8) que faça as vezes da normal (45-50mm numa máquina de filme 35mm). A questão está em gastar mais um monte de dinheiro numa lente com uma distância focal que já tenho coberta em 2 lentes f/2.8 que possuo (a 16-35mm e a 24-70). Quando vejo a diferença entre o que uma abertura f/1.8 me permite fazer em relação a uma f/2.8 a questão desvanece-se um pouco...
Acho que esta foto me convenceu.

Não vos aborreço mais. Depois de 5 posts consecutivos, vou dar descanso ao XL e vou ali para a sala ver uns brasileiros aos tiros - está a dar a "Cidade de Deus" na TV!
Boa noite!

2 comentários:

onitsuaf disse...

gosto mais deste enquadramento, sem dúvida. no entanto na vertical tiveste mais sorte com a iluminação. nesta tens um brilho forte ali à esquerda, que "rapa" os carris e os flancos dos eléctricos. imagino que seria um carro a passar. na vertical tens aquele tipo lá ao fundo a passar à frente dos eléctricos que não faz falta nenhuma. (e a prova de que o enquadramento vertical é menos feliz está feita quando tens a necessidade de "cropar" para tirar o que está a mais.)
em qualquer das versões não gosto da compensação que tentaste fazer aos brancos. o efeito final fica aquele rosa-salmão manhoso (já falámos disso num post lá para trás) e por mim prefiro compensar menos ou não compensar de todo, do que deixar assim. se a cena era amarela, porquê o esforço de a pôr branca? um artifício que às vezes uso, para tentar conter o peso daquele amarelão nocturno, é tirar um pouco de saturação de côr. batota por batota, venha o diabo e escolha...

Fukujitso disse...

nenhuma das duas, porque a outra nem sequer é vertical: é um quadrado; mas tem uma virtude: a pequena torre de igreja que se vê ao fundo