segunda-feira, março 15, 2010

Vazia

click to flick it big
A pedido de várias família (uma, pelo menos) aqui vai um antecipação do que possa vir por aí. Esta foto é anterior aos comentários ao meu post anterior. Não sei se ao nível da pinga isto é um avanço ou um retrocesso, mas posso assegurar que estava bem boa!

4 comentários:

luis disse...

um LBV é sempre uma excelente escolha: tem alguma força de um VINTAGE a um preço de um TAWNY sem data de colheita (um pouco mais caro, talvez; mas não muito). digamos que será um RUBY musculado!!!

a outra vantagem é que não tem de ser consumido logo nas primeiras horas após a abertura: bem rolhadinho, ainda que com ligeiras perdas, dura bem um par de meses.

sendo de 2003, como é o caso, seria sem duvida bem bom!

relativamente à "coisa-sem-manual-de-instruções", não deveria haver comparação. mas, se não a abriste, sugiro o seguinte: abre e prova com antecedência - talvez devas decantar e servir 24 horas depois (o menino esteve muito tempo fechado na garrafa e precisa de se libertar muito devagarinho.....)

os outros são maduros e não se comparam alhos com bugalhos....

luis disse...

quanto à imagem, gosto do contraste luz-na-garrafa escuro-no-fundo (e o inverso). se fotografares um VINTAGE ou um grande vinho tinto opta pelo fundo negro: dá nobreza. um branco (sobretudo de inverno - madeira com battonage) nobre ficaria bem com aquele fundo do lado direito (mais seco, mais terra). deverias experimentar esse mesmo fundo para este LBV, dependo das sensações que tiveste ao apreciá-lo

luis disse...

para que isto não saia do tom habitual ;o)...

o tampo da mesa - aquele bocado escuro - deverás evitar

jitso

XL Man disse...

isso já está fora da minha liga mas deve ter sabido que nem uvas...